Vereador destaca trabalho social junto às associações de bairros

29/03/2011
Vereador destaca trabalho social junto às associações de bairros

O líder comunitário Ronaldo Gomes – “Ronaldinho”, morador do Bairro Nossa Senhora Aparecida e Vice-presidente do Coamma (Conselho das Associações de Moradores de Manhuaçu), se inscreveu para se pronunciar na sessão legislativa de 03 de Março. Sua presença era aguardada em razão de várias questões relacionadas ao bairro, como o fato de lá haver três ou quatro associações comunitárias e a recente invasão do terreno pertencente à Fumaph (Fundação Manhuaçuense de Promoção Humana) – que verte a parte alta do bairro, a Comunidade São Francisco de Assis.

Estes questionamentos foram levantados pelo Vereador Nelci Alves Gomes – “Teté”, na primeira sessão ordinária do ano, realizada no dia 20 de Janeiro, p.p. Na ocasião, o Vereador expôs o problema do bairro em plenário, assistido também por uma comissão de moradores da Comunidade São Francisco de Assis. Inicialmente, Teté comentou sobre um trabalho de organização que os moradores vêm desenvolvendo no local para solucionar o mistério das três associações aparentemente inativas estabelecidas no bairro, inclusive com composição de diretoria desconhecida para a maioria dos moradores. Logo nos primeiros dias do ano, Teté esteve reunido com as famílias daquela comunidade, acompanhado do Presidente do Coamma, Vasco Fernando Motta Rodrigues, e do líder comunitário, João Batista de Ramos.
Esta reunião no bairro teria desagradado Ronaldinho que naquele momento teria ligado para o Vereador, para tirar satisfação sobre sua ida ao bairro, vindo inclusive dizer palavras ofensivas para o representante do Legislativo, segundo relatou Teté no plenário.
Outra situação recente constatada no bairro foi a invasão de terreno pertencente à Fumaph, quando, vários moradores passaram a demarcar lotes no local. Houve registro de ocorrências e, alguns moradores teriam alegado estavam agindo daquela forma, porque segundo eles, o líder comunitário Ronaldo Gomes – Ronaldinho também teria praticado esta ocupação irregular.
Para a esta primeira sessão do mês de Março, os vereadores aguardavam estes esclarecimentos de Ronaldinho.
Ao fazer uso da palavra, Ronaldo Gomes – “Ronaldinho” comentou que o Bairro Nossa Senhora Aparecida possui quatro associações comunitárias. Ele esclareceu que não preside nenhuma delas, mas que integra a diretoria de todas.
Ronaldinho direcionou seu discurso para criticar a atuação do Vereador Nelci Alves Gomes – “Teté” nos bairros Engenho da Serra e Santa Terezinha. Destes dois bairros, Ronaldinho apresentou declarações assinadas pelos presidentes das duas associações. No entanto, na que se refere ao Bairro Engenho da Serra, tal declaração foi contestada pela própria presidente da Sambes (Sociedade de Amigos e Moradores do Bairro Engenho da Serra), Claudiana Guerra Alves, que relatou à imprensa que foi procurada em sua residência no Engenho da Serra pelo Ronaldinho e, mesmo informando estar sob efeito de medicação, o líder comunitário insistiu em fazê-la assinar o documento.
Ao ser indagado pelos vereadores sobre a recente ocupação indevida de terreno da Fumaph, praticada por alguns moradores do Bairro Nossa Senhora Aparecida, Ronaldinho disse que é “a favor que todos que não têm as suas moradias façam sua luta. A forma que cada um assume esta luta é responsabilidade de cada um. […] Eu tenho a minha casa, que é inviolável perante a Constituição”.
O Vereador Fernando Gonçalves Lacerda perguntou ao Ronaldinho se alguma associação do Bairro Nossa Senhora Aparecida tem autorização para construir na área da Fumaph.
Ronaldinho respondeu que uma das associações tem autorização para construir alojamentos de esporte no local, como vestiários, além de horta comunitária.
Fernando Lacerda perguntou ainda a Ronaldinho sobre a denúncia de que ele teria construído obra particular (um trailer) em área pertencente à Fumaph.
Ao responder a esta pergunta, Ronaldinho limitou-se a dizer que sua casa e o trailer tem a documentação necessária para funcionar ali.
Fernando solicitou todos estes documentos que Ronaldinho disse possuir. “O Ronaldo ficou de nos trazer alguns documentos e, esperamos que, com estes documentos em mãos, possamos tomar as medidas que acharmos necessárias. Foram várias as denúncias. Nós fizemos os questionamentos a ele aqui e ele respondeu, e, agora, esperamos a entrega da documentação que solicitamos, para resguardarmos o município, na questão de se houver alguma invasão, quanto à Fumaph também – que é uma instituição da comunidade de Manhuaçu.
Ronaldo Gomes comprometeu-se a trazê-los e entregá-los na Câmara Municipal.

Teté: trabalho comunitário bem sucedido

Com uma atuação conhecida como líder comunitário desde o ano de 1997, quando assumiu a Sociedade de Amigos e Moradores do Bairro Engenho da Serra, o Vereador Nelci Alves Gomes – “Teté”, comentou sobre esta trajetória de trabalho social no plenário, ao responder as críticas feitas por Ronaldinho. “Quando ingressei na associação do bairro Engenho da Serra, lá não tinha nada. Não havia creche, quadra, salão comunitário, enfim, nada. Busquei, na época, apoio da Prefeitura e não consegui. Então, direcionei meus esforços para obter recursos do Governo Estadual, e, após várias viagens feitas à Belo Horizonte, consegui fazer contato com a primeira dama do Estado, na época, Dona Heloísa Azeredo, quando falei das necessidades do bairro. Fui atendido, após ser feita a solicitação de uma série de documentos que comprovavam a idoneidade da associação do bairro e o cumprimento de todas as exigências. Graças a Deus, com os recursos obtidos, conseguimos erguer a Creche Menino Jesus que é um exemplo para outros bairros de Manhuaçu, hoje. Em seguida, busquei contatos com a Central do Dízimo em São Paulo, buscando imobiliar a creche. Mais uma vez, entregamos toda a documentação exigida, comprovamos tudo, com total acompanhamento do Ministério Público, e a comunidade foi beneficiada mais uma vez. Enfim, chegamos até aqui com muito trabalho. […] A associação de moradores do Bairro Santa Terezinha foi criada há alguns anos, graças também ao meu esforço, junto àquela comunidade, quando desmembrei o bairro e apresentei o Projeto na Câmara, ainda como líder comunitário. Hoje, tem-se o bairro com o nome de Santa Terezinha. Enfim, nós lutamos para que estas melhorias aconteçam. […] O Estado, a Prefeitura e qualquer órgão não liberam quaisquer recursos sem a devida prestação de contas. É coisa muito séria. Obter recursos do Estado não é simples, de qualquer jeito não. Tudo é devidamente fiscalizado, conferido, para somente depois ser liberado. E foi isto que aconteceu no nosso bairro. […] Faço questão de convidar a todos os vereadores para visitarem nossa comunidade e conhecer este trabalho”, ressaltou o Vereador Teté.
Sobre o Bairro Nossa Senhora Aparecida e as críticas feitas pelo Ronaldinho, o Vereador Teté esclareceu que “sou 2º vice-presidente do Coamma e, como Vereador, fui até a comunidade São Francisco de Assis para orientar os moradores sobre o funcionamento de uma associação. Lá existem três associações, por quê? Se uma é suficiente para representar o bairro. Vossa excelência (Ronaldinho) foi ao bairro onde moro, para atingir ao vereador, forçar a presidente a se renunciar. […] Como ele fez? Ele é o Presidente do Coamma? Ele convocou assembleia geral da associação de moradores do bairro? Procurei o Ministério Público e solicitei providências para esta atitude que não cabe ao Ronaldo Gomes. […] Eu sou muito correto com as coisas. Enquanto vereador, sou fiscal do povo”, afirmou Vereador Teté.

A Vereadora Maria Imaculada Dutra Dornelas solicitou da Presidência da Câmara, a formação de uma comissão especial para averiguação da documentação das entidades dos Bairros Nossa Senhora Aparecida e do Engenho da Serra.

O Presidente Renato Cezar Von Randow aceitou o pedido e formou comissão, tendo a própria vereadora como Presidente, Relator Gedival Bitencourt Breder e Membro José Geraldo Damasceno – “Zé Rulinha”. A presidência determinou ainda o prazo de quinze dias para que esta comissão apresente relatório.